Material para estímulo de células ou  de todo do Vídeo-Ensaio
















um importante exemplo (em inglês) de vídeo-ensaio
















um exemplo de um dos alunos do curso










E







Exemplo sobre o uso de dipositivos mostrado em sala de aula



Artur Zmijwesky > THEM

http://www.artmuseum.pl/filmoteka/?id=1&l=1

Vídeo-Ensaio

Estruturando o Roteiro:


Partindo do princípio de que os vídeos-ensaios são obras de pensamento em ato - obras que não traduzem um pensamento, mas que pensam enquanto se constróem - propomos que os as etapas de gravação, montagem e roteiro aconteçam consecutivamente.

No entanto, é necessário começar. Proponho que comecem por algum tipo de elaboração que gere um corpo, seja o corpo de texto ou de imagens - ou misto.



idéia original
corpo de imagens (gravadas)
                    
corpo de texto (voz off, diálogos, escaleta de cenas)
                    
corpo misto (imagens que já geram texto ou vice-versa)


assim que vocês tiverem qualque um desses três tipos de corpo, podemos considerá-lo como uma célula narrativa.

                                 


Essa célula nos gera algumas perguntas:

  1. 1.Qual a sua força?

  2. 2.o que vem antes dela, que é capaz de fortalecê-la?

  3. 3.o que vem depois, continua essa força ou precisa cortá-la?


                                        2         3

                                    

                                  


Na construção do Roteiro temos dois movimentos que são complementares:


                                                                                Vivência

                                                                                      e

                                                                              Elaboração


Por serem complementares devemos assumir que um está sempre gerando o outro, juntos criando um sistema.

                              Vivência

                                
  

                            Elaboração


Podemos dizer que cada célula pode se constituir de um desses dois movimentos ou deles como sistema:

                                                 
    = 

Vivência

e/ou            Elaboração


                                   


Sendo o roteiro final parecendo-se com a seguinte estrutura



elaboração

Vivência

e/ou            Elaboração

Vivência

e/ou            Elaboração

Vivência

e/ou            Elaboração

Vivência

e/ou            Elaboração

Vivência

e/ou            Elaboração

Vivência

e/ou            Elaboração

Vivência

e/ou            Elaboração

Vivência

e/ou            Elaboração



Ou seja, uma série de acontecimentos em imagem e textos que estão formando uma elaboração maior que é o fluxo de pensamento do vídeo-ensaio.


Vejam só que a diferença aqui é que a elaboração maior é criada pela justaposição de todas essas células e não o contrário. ( ou seja essa grnade elaboração não está ali dada anteriormente com o intuito de legitimar cada célula, mas os acontecimentos de cada célula, reunidos num conjunto nos leva a tal elaboração.

 

Trabalho para até o dia 22.06


Estabelecer entre duas e três celulas - de acordo com a necessidade de cada projeto - para seguirmos adiante com a gravação e montagem dos vídeos-ensaios.



Para cada célula criada, responda a pergunta n.1 ao lado e tente, se possível, responder às perguntas 2 e 3

(há casos em que as perguntas 2 e 3 só podem ser respondidas depois da gravação).


Os Trabalhos devem ser entregues pelo email: felipekribeiro@gmail.com

Calendário para a semana de 25.06 - 29.06


> Cada dupla deve propor um horário de encontro de 60 à 120 minutos comigo para olharmos juntos o material já gravado.


> Os horários são preferencialmente no período de aula entre 18:30 e 21:45 na Vila das Artes.


> Cada dupla deve levar o material gravado num disco externo e de preferênca com arquivo de Edição de FCP para vermos na ilha o trabalho realizado.


> Qualquer exceção deve ser combinada a parte e analisada caso a caso.